Atualidade

Falar inglês não é suficiente! Por que precisamos aprender outras línguas e, especialmente o francês?

No mundo de hoje, falar apenas uma língua estrangeira não é suficiente. Uma pessoa que fala vários idiomas multiplicará suas chances no mercado de trabalho em seu próprio país e no nível internacional. Aprender um idioma diferente do inglês é adquirir riqueza adicional e abrir-se a outros horizontes, pessoais e profissionais.

Mais de 270 milhões de pessoas falam francês nos cinco continentes. O francês é um idioma importante na comunicação internacional. É a língua estrangeira mais amplamente aprendida após o inglês e a nona língua mais falada no mundo.

O francês é também a segunda língua estrangeira mais ensinada no mundo depois do inglês, em todos os continentes.

A Francofonia inclui 68 Estados e governos. A França tem, finalmente, a maior rede de estabelecimentos culturais no exterior, através dos quais, os cursos de francês são oferecidos à mais de 750 000 pessoas.

Falar francês e inglês, é um trunfo para encontrar um emprego junto a inúmeras empresas francesas e francófonas multinacionais nos vários setores de atividade (distribuição, automotiva, luxo, aeronáutica, etc.). A França, a sexta potência comercial, atrai empresários, pesquisadores e os melhores estudantes estrangeiros.

O francês é considerado, frequentemente, como a língua da cultura. Todo curso de francês vem acompanhado de uma viagem cultural no mundo da moda, da gastronomia, das artes, da arquitetura e da ciência.

Aprender francês é, igualmente, ter acesso, na versão original, aos textos dos grandes escritores franceses, tais como: Victor Hugo ou Marcel Proust, e poetas ilustres como: Charles Baudelaire ou Jacques Prévert. É poder também ouvir atores como Alain Delon ou Juliette Binoche. É, finalmente, ter o prazer de compreender e cantar as canções de Edith Piaf ou Charles Aznavour.

Falar francês permite-nos, também, prosseguir estudos na França, em universidades respeitáveis (a Sorbonne, a Universidade Pierre et Marie Curie.) ou nas “grandes écoles” (HEC, Polytechnique, ESSEC), muitas vezes, com condições financeiras muito vantajosas. Os estudantes, que têm proficiência em francês, podem também, sob certas condições, beneficiar de bolsas governamentais francesas para dar continuidade a um terceiro ciclo de estudos na França, em todas as disciplinas, e obter um diploma reconhecido internacionalmente.

A França é o país mais visitado do mundo, com mais de 70 milhões visitantes por ano. Com algumas noções de francês, é muito mais agradável visitar Paris e todas as regiões da França (a partir da suavidade da Riviera até os picos nevados dos Alpes, passando pelas costas selvagens da Bretanha) mas também para entender a cultura, as mentalidades e a arte de viver em francês. O Francês é muito útil quando você visita o Maghreb, a África Ocidental, a Suíça, o Canadá, Mônaco, as ilhas Seychelles.

O francês é, a mesmo tempo, língua de trabalho e uma das duas línguas oficiais da ONU, da UNESCO, da OTAN, da União Europeia, do Comité Olímpico Internacional e da Cruz Vermelha Internacional. O francês é a língua de vários organismos jurídicos internacionais. Ter fluência em francês é essencial para quem está considerando uma carreira em organizações internacionais.

Depois do inglês e do alemão, o francês é a terceira língua na Internet na frente do espanhol. Compreender o francês permite-nos ver com outros olhos o mundo, comunicando-se com os francófonos em todos os continentes e informando-se, graças aos principais meios de comunicação internacionais da língua francesa (TV5, France 24, Radio France Internacional).

O francês é uma linguagem analítica que estrutura e desenvolve o pensamento crítico. É a língua dos grandes filósofos (Descartes, Sartre ou Derrida) e de renomados cientistas (Pierre e Marie Curie, Pasteur, Georges Charpak…). Aprendendo o francês, a criança aprende, igualmente, a discutir e apresentar pontos de vista diferentes o que é muito útil em discussões ou em negociações.

O francês é a língua dos ideais universalistas concebido pelos filósofos iluministas que ajudaram a irradiar a ideia dos direitos humanos no mundo.

Contrariamente às ideias preconcebidas, o francês não é uma língua difícil. É uma linguagem que requer alguma determinação, mas sua riqueza permite expressar uma infinidade de nuances. O francês é apreciado, também, pelos estudantes por ser uma língua suave, melodiosa e romântica.

Aprender francês ajuda a aprender outras línguas, principalmente línguas latinas (espanhol, italiano, português ou romeno), mas também o inglês visto que o francês forneceu mais de 50% do vocabulário do inglês atual.

Os professores de francês são conhecidos por seu dinamismo, sua inventividade e sua exigência. A França participa da educação continuada dos professores de francês no exterior para que a educação prestada seja sempre de qualidade.

Falar francês contribui, de forma importante, para proteger a diversidade linguística no mundo e para evitar a generalização exclusiva de uma única língua num mundo globalizado.

Fique atualizado sobre nossos Eventos, Promoções e tudo o que acontece na Af Fortaleza